sábado, 8 de novembro de 2008

“Sociedade do Conhecimento”


Discutir sobre novos modos de conduzir as pessoas a buscarem conhecimentos, modos estes instigantes e envolventes, saindo de um “script” conhecido, ou mesmo da acomodação do “recorta e cola” traz a tona uma reflexão de como nossa sociedade tem considerado o conhecimento. Em momentos da história da humanidade onde o dinheiro não é mais a moeda principal, mas sim o conhecimento, este passou a ser exigido e esperado de modo provocar profundas alterações no mundo do trabalho, exigindo um novo perfil de trabalhador, além de todo um reordenamento das relações entre as pessoas.
O conhecimento ao ser produzido, aprendido, transmitido, aplicado e enriquecido pelo ser humano, coloca a pessoa no centro dessa nova ordem e a partir daí como pensar o manejo dos profissionais na área da educação para que a busca e construção de conhecimentos se dê de modo a produzir inclusão, inovação, subjetividades? Junto a isto é inerente um desafio, já que a sociedade que vivemos imprime um ritmo cada vez mais veloz diante das situações, além das dúvidas, incertezas, mudanças, rupturas presentes. Como inovar, ser criativo, construindo bases sólidas de educação mesmo em meio à volatilidade do mundo contemporâneo?

A sensação de não estarmos adequados a todo este contexto suscita reflexões e questionamentos...


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Search YouTube

Ocorreu um erro neste gadget

Listas de Preferidos/especiais

  • shows
  • livros
  • Filmes

Moon of the Day

Ocorreu um erro neste gadget